terça-feira, maio 15, 2007

Prefácio

O meu prefácio tem o idílio de ensedar,
Com a parcimónia das metáforas,
E de uma fantasia imperdível,
Em citações, Prosas e Poesias.

Com o dom de ser pequenino,
Voltando a ser menino,
Monólogo de um coração,
Que se quer belo e são.

Reflecte-se em viagens do consciente,
Onde nunca é perca de tempo,
O encontro por um momento,
O estímulo do pensamento,
Conselheiro da compleição.



Pedro Alves Fernandes



em "Pintura Astral - As Palavras Onde Me Perco"
edição do autor
Lisboa, 2006

1 comentário:

eloina de fatima disse...

Parabéns a todos voces Poetas Maravilhosos que compõem com muita dedicação e amor ,permitindo-nos sonhar com um mundo melhor e espero que continuem escrevendo sempre tudo o que forem pensando,pois até o mais simples pensar de um poeta ,torna-se no papel um belo poema!