quinta-feira, dezembro 15, 2016

Norma D'alma


video
Devir por Norma D'Alma no 20.º aniversário do Debaixo do Bulcão.

Edifício do Poder Local, Feijó (Almada), 10 de Dezembro de 2016

terça-feira, dezembro 13, 2016

20.º aniversário

Debaixo do Bulcão comemorou 20 anos de actividade no dia 10 de Dezembro de 2016, no Edifício do Poder Local (Feijó, Almada). Do programa das festas constou um concerto com os Norma D'Alma, uma exposição ilustrativa da actividade desenvolvida em duas décadas e a primeira apresentação pública da instalação interactiva Macacos Infinitos -Uma Sopa de Letras.

Agradecemos à Junta de Freguesia de Laranjeiro e Feijó o apoio prestado, aos Norma D'Alma terem aceite o convite para comemorar connosco - e, obviamente, a todos os que, agora e desde o princípio, têm ajudado e incentivado este projecto. Bem hajam!



Mais imagens em
http://debaixodobulcao.weebly.com/novidades/20-aniversario

segunda-feira, dezembro 05, 2016

Debaixo do Bulcão no ZineFest.pt

Debaixo do Bulcão marcou presença - com uma banca, uma exposição e um pré-lançamento da edição especial de aniversário - no ZineFest.pt, evento que decorreu entre 1 e 3 de Dezembro de 2016, no Porto. Mais imagens estão disponíveis no novo site.

Vídeo no novo canal no Youtube.

quinta-feira, dezembro 01, 2016

ZineFest.pt


Entre 1 e 3 de Dezembro no Centro Comercial de Cedofeita, Porto.
Debaixo do Bulcão está presente com uma exposição sobre os 20 anos deste projecto e o pré-lançamento da edição 43 especial de aniversário.



Programa completo em

terça-feira, novembro 15, 2016

Mostra Internacional de Fanzines, Novembro de 2016 em Aldeia de Paio Pires



Entre 25 e 27 de Novembro a Sociedade Musical 5 de Outubro recebe a Mostra Internacional do Fanzine, organizada pela CoopA - Associação Aldeia Cooperativa de Artes. No segundo dia do evento será apresentada a publicação coopAzine feito pela CoopA exclusivamente para esta Mostra, com 52 páginas e edição limitada a 99 exemplares.

Debaixo do Bulcão também estará presente, com algumas edições antigas para mostra e distribuição e,eventualmente, com um pré-lançamento da edição especial comemorativa do 20.ºaniversário.

sábado, novembro 12, 2016

Nova edição e festa do 20.º aniversário



Debaixo do Bulcão comemora 20 anos no dia 10 de Dezembro de 2016, no Edifício do Poder Local, da Junta de Freguesia de Laranjeiro e Feijó (Estrada da Algazarra, Feijó)
Do programa das festas consta uma exposição de materiais publicados e inéditos, um concerto com os Norma D'Alma e o lançamento de uma edição comemorativa do poezine. Simultaneamente será também inaugurada a instalação interactiva Macacos Infinitos - Uma Sopa de Letras, em estreia mundial.



Mais informação em

Apareçam!

sábado, outubro 29, 2016

Edições online


Edições do Debaixo do Bulcão poezine
desde o número 1 até ao mais recente, 
disponíveis para leitura e download em

quarta-feira, abril 20, 2016

Vocês, Pah!


Performance poética do Professor Doutor Abreu Santinho, Exm.o e Mui Ilustre Provedor do Debaixo do Bulcão poezine, proferida na Oficina Divagar, nesta aurea cidade de almadaã, aos dias zero seis de dezembro do anno da desgraça de dois mil e quinze.

com todas as licenças & permissões necessarias 

sexta-feira, novembro 27, 2015

Debaixo do Bulcão 42 é "poetry-à-porter"



Debaixo do Bulcão poezine poetry-à-porter
Capa de Luísa Trindade

Sai dia 4 de Dezembro

(Brevemente mais novidades sobre esta edição)

sexta-feira, outubro 23, 2015

Debaixo do Bulcão regressa em Dezembro de 2015

É oficial: depois de dois anos de ausência, Debaixo do Bulcão poezine regressa com mais uma edição, em Dezembro de 2015. Como sempre, aberto à participação de todos os interessados, sem restrições de temas, sem tabus, sem vistos de censura prévia.

Enviem as vossas colaborações até 8 de Novembro de 2015 para

debaixodobulcao@gmail.com


Debaixo do Bulcão aceita, em princípio, todos os trabalhos que são entregues para publicação. Há, no entanto, um conjunto de regras, de natureza técnica e ética, a cumprir:

a) as colaborações podem ser textos ou ilustrações e não estão sujeitos a nenhuma temática (ou seja: o assunto a abordar fica ao critério de cada pessoa que deseje publicar)

b)  devido ao pouco espaço disponível na edição em papel, os textos - poesia ou prosa - não devem exceder duas páginas em formato A4 (ou equivalente em número de caracteres em corpo 12).

c) para as ilustrações há que ter em conta que esta publicação é um fanzine em formato A5, impresso em fotocópia a preto e branco. trabalhos a cores ou com grande escala de cinzentos podem sair desfavorecidos no resultado final.

d) esta publicação é, desde sempre, um espaço onde se cruzam formas de expressão e opiniões diversas, em liberdade. No entanto, também desde o princípio, não aceita mensagens que incentivem o racismo ou a xenofobia, bem como difamação a pessoas ou grupos de pessoas (difamação no sentido em que o termo é definido pelo Código Penal português). São as únicas restrições.

Mais informação sobre a história e os objectivos deste projecto aqui

quinta-feira, abril 11, 2013

Nº. 1

O que sou não tem significado.
Tu és intrigante, como um stencil do Banksy.
Temo-te como um furor mesquinho
que desvio do meu alcance,
Nada mais foi como antes
pois comecei a sonhar.
Traço escalas de planos
nos meus sonhos rebuscados,
serias o filme perfeito!
Que nunca vou realizar…
Deixa-me colecionar vinis
recriar neles a nossa história.
No fim, resta um vazio.
Como agonia irónica
da qual eu me rio,
só para te irritar um pouquinho.
Como em máquina lomográfica
crio outra realidade, tendo a ser trágica.
Eu não escrevo livros
Tenho medo da verdade
E gosto das palavras soltas.


Sílvia Cunha

Debaixo do Bulcão poezine
N.º 41 - Março 2013

(Ilustração: desenho de Sturrefsit Adjukaatrix)

terça-feira, abril 09, 2013

Zapping

alguém estava a ensinar
a última palavra, a conclusão
definitiva, mas mudei de canal
e, depois, já não fui a tempo
de retomar o raciocínio.
quando a informação nos
é atirada à cara como uma
fisgada podemo-nos realmente
magoar. fiquei a um
passo de uma revelação fundamental
e tive de me conformar: vejo
agora reclames publicitários como
se não os observasse. dá
esquecimento em quase todos
os canais que subscrevi:
pago a mensalidade com o
ordenado ganho na minha alienação,
recebo a paga na mesma moeda.
é justo. como se uma dessas mãos
pudesse realmente lavar a outra.


Rui Tinoco

Debaixo do Bulcão poezine
N.º 41 - Março 2013

A ver televisão

os mais esclarecidos de entre nós
ligam a televisão no final do dia
ansiosos por presenciarem
os Debates. neles, a lógica
é uma bola que serve um
jogo verbal seguido com a
maior atenção. às vezes
tecem-se estranhas contas
de quem venceu
de quem perdeu
como estivéssemos perante
Gladiadores e existisse
um César com verdadeiro
poder de vida, de morte.
é curioso pensar como
nos tornamos infantis, procurando
combates, vitórias e derrotas,
como esperamos insensatamente
que alguém nos explique
a nossa própria existência
só por estar dentro do ecrã.


Rui Tinoco

Debaixo do Bulcão poezine
N.º 41 - Março 2013

domingo, abril 07, 2013

Ulisses, o robot, filosofando


"As minhas palavras elevam-se 
mas os meus pensamentos 
ficam presos à Terra:
palavras sem pensamentos 
não chegam ao Céu."
Shakespeare, 'Hamlet'






voltar a ser humano
ou nunca mais voltar a ser humano

saber sulcar a terra das palavras
carpinteirar seu barco e navegar
no mundo imenso e duro
ser como num poema de Sophia
o pensamento hábil que floresce
semântico do plácido trabalho

ou enxertar em nós o silicone
do tudofeito&prontoaengordar
a timidez do flácido neurónio,

eis a questão.


António Vitorino

Debaixo do Bulcão poezine
N.º 41 - Março 2013

(Imagem: capa do livro 'The Bicentennial Man', de Isaac Asimov,
em  http://www.nicholaswhyte.info/sf/tbm.htm)