sexta-feira, dezembro 07, 2007

Editorial do Debaixo do Bulcão n.º 31

11 anos com o Debaixo do Bulcão!

Em Dezembro de 1996, foi distribuído o número zero deste poezine que tem publicado os trabalhos de dezenas de autores, na sua maioria oriundos da cidade de Almada.

Ao longo de mais de uma década, centenas de textos passaram pelas mãos do António Vitorino que, sem favor ou selecção, os imprimiu, recortou, colou e encontrou maneira de conseguir umas quantas resmas de papel e uma fotocopiadora, um exemplo de altruísmo cultural. O Debaixo do Bulcão não gere lucros, nem paga a ninguém. Todos os seus autores contribuem voluntariamente para a sua composição. O Debaixo do Bulcão é distribuído mão na mão e dá a oportunidade de ler novos autores, na sua maioria não publicados, a todos a quem calha recebê-lo.

Manufacturado e paginado por carolice e vontade de ajudar, a tudo tem sobrevivido, mantendo-se válidos os seus objectivos primordiais, os de difundir a poesia e literatura moderna de Almada e o de dar visibilidade a uma série de autores que assim partilham os seus textos de forma livre de imposições contratuais, colocando-se voluntariamente à margem de esquemas comerciais de produção literária e afins.

É caseiro, o Bulcão.

Miguel Nuno

2 comentários:

alma-pirata disse...

E que continue por muitos anos ainda,conheci esse blog atraves de um comentario ke foi deixado na minha barraquinha e embora nao deixe aqui muitos comentarios costumo vir ler os poemas,digamos que funciona quase como um livro de cabeceira.
Parabens entao pelos 11 aninhos e forca!!!

Debaixo do Bulcão disse...

Obrigado, Alma Pirata!

(Eu também costumo ir ao seu blog, e só tenho pena que o actualize tão poucas vezes).

António Vitorino